WhatsApp testa função para liberar memória do celular e apagar arquivos


O WhatsApp está testando novos recursos de armazenamento no mensageiro para Android e iPhone (iOS). Segundo informações divulgadas pelo site especializado WABetaInfo neste domingo (23), a nova ferramenta permitirá que o usuário verifique a quantidade de espaço ocupado pelas mídias compartilhadas no aplicativo, além de oferecer uma organização capaz de permitir melhor administração do próprio uso do armazenamento para deletar arquivos desnecessários. O recurso está em fase de testes e não foi disponibilizado ainda para usuários do WhatsApp Beta, versão experimental do mensageiro. Não há data prevista de lançamento da funcionalidade e, por estar em fase preliminar, pode haver modificações na função até o anúncio oficial da ferramenta na edição estável do WhatsApp. WhatsApp estuda nova ferramenta para organizar uso de armazenamento no aplicativo. Pela captura de tela divulgada pelo WABetaInfo, site conhecido por divulgar lançamentos do mensageiro em primeira mão, é possível ver que a seção de armazenamento será modificada e contará com uma organização completamente nova. Nova ferramento do WhatsApp facilitará gerenciamento dos arquivos de mídia do app Com o novo recurso, usuários terão acesso à quantidade de armazenamento ocupada por cada conversa na plataforma, além de abas contendo as mídias encaminhadas e arquivos mais pesados. No topo da página, a nova seção também terá uma barra com informações sobre o espaço ocupado pelas mídias do WhatsApp, além da memória livre disponível no dispositivo. Por meio desta seção, portanto, fica mais fácil entender como o armazenamento do app está sendo usado e, pelas pastas de mídias encaminhadas e mais pesadas, administrar melhor o espaço ocupado no dispositivo.

CAPASMANIA ACESSÓRIOS E CELULARES

CNPJ: 23.521.405/0001-70 - Rua. João Cachoeira, 899 - São Paulo - SP 04535-013

Tel: (11) 3168-1467 - sac@capasmania.com.br

  • Ícone cinza do Facebook
  • Ícone cinza do Twitter
  • Ícone cinza do Instagram
  • Ícone cinza do YouTube