top of page

Poco X3, X3 NFC e X3 Pro: veja diferenças entre celulares Xiaomi

Linha de celulares da Xiaomi voltada para o público gamer possui três variantes. Conheça em detalhes a ficha técnica de cada um dos modelos da fabricante chinesa.


O Poco X3 é um celular Xiaomi voltado ao público gamer que possui três variantes com nomes parecidos que podem confundir os compradores. Além do modelo convencional, existem também o Poco X3 NFC – que permite pagamento por aproximação – e o Poco X3 Pro – que entrega recursos mais avançados na ficha técnica. O X3 e o X3 NFC foram lançados em outubro de 2020 no Brasil, enquanto a versão Pro desembarcou no país em maio de 2021. Confira, nas linhas a seguir, as semelhanças e diferenças entre os smartphones intermediários.


A versão convencional do Poco X3 não está disponível atualmente no site oficial da Xiaomi, mas no varejo online custa a partir de R$ 1.900. Já os modelos Poco X3 NFC e Poco X3 Pro são encontrados, respectivamente, por R$ 3.128 e R$ 3.680 no site oficial da fabricante.


Tela e design do Poco X3

As telas dos três modelos da linha Poco X3 são semelhantes e apresentam características buscadas pelo público gamer. Segundo a ficha técnica, os displays são de 6,67 polegadas com taxa de atualização de 120 Hz para oferecer animações mais fluidas e aprimorar a qualidade gráfica. Além disso, a resolução é Full HD+ (2400 x 1080 pixels), que deve proporcionar imagens em cores vivas e com maior nitidez.

Os dispositivos da Xiaomi contam como um ponto negativo: o painel LCD IPS. Essa tecnologia é ultrapassada e consome mais bateria do que painéis mais recentes. Em relação à resistência, os modelos X3 e NFC contam com proteção Gorila Glass 5 contra quedas, arranhões e resistência à água e poeira.


Já o modelo Pro sai de fábrica com parâmetros mais rígidos de resistência e chega às mãos dos usuários com Gorila Glass 6. Segundo o fabricante, ele tende a ser até duas vezes mais resistente que a tecnologia anterior. Com isso, o aparelho suporta quedas de até 1,6 m em superfícies duras e ásperas. Ele também possui uma faixa reflexiva no centro na parte de trás e textura metálica nas laterais como diferenciais.


No quesito design, a parte frontal dos três celulares é parecida. Todos apresentam câmera frontal num furo na tela. Na parte traseira, a Xiaomi opta por posicionar o módulo das câmeras de forma central na parte superior do aparelho. Eles apresentam ainda um relevo que contrasta com o resto do celular. Já o leitor de impressão digital fica alocado na lateral do smartphone.


Os três modelos possuem resistência IP53 para respingos de água e podem ser encontrados nas cores azul e cinza. O Poco X3 Pro também tem a tonalidade em preto como uma alternativa.


Câmera do Xiaomi Poco X3


O conjunto fotográfico também sinaliza uma semelhança entre os dois modelos mais simples e diferença significativa em relação ao mais avançado. O Poco X3 e o Poco X3 NFC possuem câmera quádrupla com a mesma configuração: principal com 64 MP, ultra wide com 13 MP, teleobjetiva de 2 MP e macro de 2MP. Já a câmera de selfie tem 20 MP.

A câmera do Poco X3 e do Poco X3 NFC é dividida da seguinte maneira:


  • Principal (wide) de 64 MP com abertura f/1.9

  • Ultra wide de 13 MP com abertura f/2.2

  • Macro de 2 MP com abertura f/2.4

  • Sensor de profundidade de 2 MP com abertura f/2.4

  • Frontal de 20 MP com abertura de f/2.2


O conjunto fotográfico do Poco X3 Pro fica devendo megapixels em comparação com os demais modelos da linha. A câmera principal conta com 48 MP, enquanto a lente ultra angular com 8 MP captura cenários com campo de visão de até 119°. A macro com 2 MP serve para ampliar e registrar closes, e o sensor de profundidade também com 2 MP consegue auxiliar em retratos desfocado. Já a frontal consegue registrar selfies com 20 MP.

Vale lembrar que nem sempre um maior número de MP corresponde a fotografias melhores. O iPhone 13 Pro, por exemplo, que possui uma das mais elogiadas câmeras do mercado possui sensor triplo de 12 MP no conjunto principal.

A câmera do Poco X3 Pro é disposta da seguinte forma:


  • Principal: 48 MP e abertura f/1.8

  • Ultra wide: 8 MP e abertura f/2.2

  • Macro: 2 MP e abertura f/2.4

  • Sensor de profundidade: 2 MP e abertura f/2.4

  • Frontal de 20 MP e abertura f/2.2


Em relação às capturas de vídeos, todos os três dispositivos da linha da Xiaomi dispõem de gravação em 4K a 30 fps (quadros por segundo) com a câmera traseira e em 1080p a 30 fps na frontal. Além disso, os celulares ainda permitem recursos de software, como iluminação dinâmica, modo para escanear documentos e detecção de cenas para otimizar os registros.


Desempenho e armazenamento

O Poco X3 Pro vem com o processador Snapdragon 860, um poderoso chip octa-core de até 2,9 GHz de velocidade máxima. Já o Poco X3 e Poco X3 NFC rodam com o Snapdragon 732G, também de oito núcleos, mas com velocidade máxima menor, de 2,3 GHz.


Independentemente da versão escolhida, o componente trabalha ainda em conjunto com a GPU Adreno 618 e mamória RAM de 6 GB. Para evitar o superaquecimento, o aparelho da Xiaomi conta com sistema de resfriamento líquido que arrefece o smartphone, tecnologia também vista no ROG Phone 3, celular gamer da Asus.


Uma distinção relevante fica por conta da possibilidade de extensão do armazenamento do aparelho. Enquanto, as versões X3 e NFC trazem um slot microSD de até 256 GB, o modelo Pro aceita cartão de memória de até 1 TB.


Bateria do Poco X3


Os três modelos possuem bateria com capacidade de 5160 mAh. Com isso, os smartphones devem suportar até dois dias longe das tomadas. De acordo com os cálculos da própria fabricante, na prática, os aparelhos da Xiaomi tendem a proporcionar 10 horas ininterruptas de jogos, 17 horas de reprodução de vídeos e até 153 horas de música.


Além disso, os celulares desta linha da empresa chinesa contam com recarga rápida. Pensando nisso, a Xiaomi disponibiliza na caixa o potente carregador de 33 Watts, considerado elevado para os padrões atuais. Ainda segundo a fabricante, essa recarga proporciona 59% de energia em 30 minutos e, em 59 minutos devolve a carga completa ao celular.


Versão do sistema

Nenhum modelo da linha Poco chega de fábrica com o Android 12, versão mais recente do sistema do Google. As versões Poco X3 e Poco X3 NFC são mais antigos e foram lançados em outubro de 2020. Isso explica a presença do Android 10 – embora a atualização para o Android 11 já esteja disponível.


Já a versão Poco X3 Pro, lançada em maio de 2021, já conta com o Android 11 e interface MIUI 12.5. Além disso, foi confirmado pela fabricante que o dispositivo receberá a versão mais recente do sistema do Google. Em todos os casos, os smartphones rodam a MIUI, interface gráfica da Xiaomi comum em seus celulares e têm acesso a recursos típicos de celulares da marca.


Recursos adicionais A ficha técnica de toda a linha Poco X3 inclui entrada P2 (3,5 mm) e USB-C para conexão com fones de ouvido e carregador, respectivamente. Além disso, os aparelhos têm Bluetooth 5.1 e sensor de impressão digital.


As especificações desta linha de smartphone ainda apresenta o desbloqueio da tela por reconhecimento facial, uma alternativa à impressão digital. Outros recursos presentes no aparelho são suportes a redes 4G, GPS e Wi-Fi 802.11. Nenhum deles conta com rede 5G.


Quanto às diferenças, o Poco X3 NFC recebe o adicional “NFC” no nome exatamente porque a distinção mais relevante dele em relação ao modelo convencional é o fato de ele contar com a tecnologia, que possibilita a realização de pagamentos por aproximação por meio de aplicativos como Google Pay. O Poco X3 Pro também apresenta o recurso.


Preço dos celulares Xiaomi Poco X3



Em relação aos preços, a Xiaomi não vende mais o Poco X3 no seu site oficial, mas ele é comercializado no varejo online por valores a partir de R$ 1.900. Já as versões X3 NFC e Pro são encontrados por respectivamente R$ 3.128 e R$ 3.680 no site da fabricante.


Vale lembrar ainda que os celulares da Xiaomi estão entre os principais alvos de contrabando de eletrônicos no Brasil. Antes de fechar a compra, é importante checar a credibilidade do vendedor e do produto. Até porque esses smartphones não apresentam nota fiscal e por isso costumam ser mais baratos do que os modelos vendidos oficialmente.

コメント


Precisando de assistência?

bottom of page