top of page

Galaxy Z Fold 3 não terá botões físicos, sugere patente

Projeto pode deixar celular da Samsung mais fino ao substituir botões por "gesto de pressão"

A Samsung registrou uma patente que pode indicar a ausência de botões físicos no Galaxy Z Fold 3, seu próximo celular dobrável. A expectativa é de que o usuário possa decidir os comandos de acordo com movimentos dos dedos. O projeto foi registrado na última quinta-feira (20) no “World Intellectual Property Organization”, escritório responsável por fornecer e guardar patentes do mundo todo. Vale ressaltar que, apesar de não ser uma confirmação oficial, o documento indica uma possível chegada da tecnologia aos smartphones da linha.


A decisão de usar comandos virtuais por gestos pode estar atrelado ao fato de que este tipo de aparelho deve ficar mais fino no futuro. A patente intitulada "Galaxy Z Fold Squeeze Gesture", que em tradução livre deve significar “gesto de aperto” ou “gesto de pressão”, demonstra que o usuário poderá escolher quais movimentos representam o controle desejado.

Com um toque na lateral do Galaxy Z Fold 3, por exemplo, o usuário poderia ligar o aparelho ou aumentar e diminuir o volume, dependendo da posição que ocorrer o contato. Além disso, a ação de pressionar a superfície do dispositivo pode substituir o resultado do aperto de um botão físico, da maneira como a fabricante quiser programar esse movimento.

Outros rumores já veiculados pela imprensa internacional dão conta de que o próximo dobrável pode ter resistência à água, periscópio e vincos menos visíveis em suas dobradiças. O smartphone deve vir também com a tela “Ultra Thin Glass”, que, entre outros benefícios, poderia permitir o uso do acessório S Pen, a caneta smart da marca. O aparelho deve ser lançado em agosto deste ano.

Por outro lado, também há especulações que indicam que o botão por gestos esteja disponível somente no Z Fold 4 em 2022.

Commentaires


Precisando de assistência?

bottom of page