AirPods réplica ou original? Saiba como evitar golpes na hora de comprar


AirPods são os principais fones de ouvido Bluetooth da Apple atualmente. Com visual simples e elegante, o produto da maçã pode ser considerado referência no segmento, tanto que produtos rivais com design parecido costumam chamar atenção pela semelhança. Além dos concorrentes, é possível encontrar acessórios que muitas vezes se passam pelos earbuds, o que pode causar certa confusão na hora de comprar.

Apesar de parecidos por fora, essas réplicas costumam ter qualidade inferior e aparecem a preços muito abaixo do mercado – os AirPods estão à venda por a partir de R$ 1.349 no site oficial da Apple. Confira a seguir seis dicas que vão ajudar a evitar possíveis golpes na hora de comprar o fone da maçã. Como saber se a JBL Boombox é original ou réplica? Confira seis dicas Preço muito baixo, qualidade inferior e origem desconhecida: saiba evitar golpes na hora de comprar novos AirPods — Foto: TechTudo Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo Vale ressaltar que, antes de comprar qualquer produto é preciso verificar as informações sobre o vendedor, conferir se o site é confiável e como funciona sua política de trocas e devoluções. Além disso, caso a compra seja feita online, é importante ter em mente que o cliente tem até sete dias após o recebimento para desistência. Esse direito é garantido no Artigo 49º do Código de Defesa do Consumidor. 1. Compre em sites confiáveis Com preço fixo desde o lançamento no site oficial da Apple, os AirPods podem ser encontrados a valores mais baixos no varejo nacional. Dessa forma, é prudente evitar lojas desconhecidas na hora de comprar seu novo modelo e optar por endereços confiáveis. Ainda assim, ao acessar sites de compra e venda ou até mesmo marketplaces, onde muitos produtos são vendidos e entregues por lojas parceiras, vale tomar alguns cuidados. Entre as principais medidas estão conferir as avaliações do vendedor, verificar se há reembolso em caso de problemas e também procurar sobre a política de trocas e devoluções. Outro ponto importante é exigir uma nota fiscal acompanhando o produto, o que vai permitir ao usuário reclamar seus direitos sobre a compra. Uma pesquisa no Reclame Aqui para conferir a reputação da loja também é interessante. 2. Desconfie de preços muito baixos Os preços dos AirPods não variam muito entre as principais lojas online e o site da maçã. Com valor oficial de R$ 1.349, o acessório costuma aparece com certa frequência no varejo custando pouco menos de R$ 1.000. Números muito abaixo disso provavelmente estão ligados a réplicas ou produtos falsificados. Suspeitar de valores muito abaixo do mercado é importante para evitar golpes — Foto: Divulgação/Apple Também vale ressaltar a presença de muitas opções que praticamente imitam os AirPods no design, mas não são necessariamente réplicas dos mesmos. É o caso de earbuds chineses que fazem bastante sucesso no Brasil, como o i7 e o i12, ambos trazendo "TWS" no nome – abreviação que indica um modelo totalmente sem fio – e à venda por valores abaixo dos R$ 100. Portanto, para evitar golpes em que acessórios do tipo sejam vendidos como se fossem os fones da maçã, o preço também é um fator determinante. 3. Confira as especificações na caixa É cada vez mais comum encontrar réplicas de produtos da Apple, e em alguns casos as semelhanças no design são quase imperceptíveis. Portanto, checar as especificações e a própria caixa do produto pode ser uma forma de driblar possíveis enganações. Oscilação na cor das imagens, erros ortográficos e números incompatíveis em relação à ficha técnica dos AirPods indicada no site da maçã são alguns exemplos de que o produto pode ser falsificado. A Apple também recomenda ao consumidor ficar atento ao número de série, que pode ser encontrado na embalagem original, próximo ao código de barras. Dessa forma, é possível consultar no site da marca o status de garantia do produto. Uma dica para quem vai comprar online é solicitar ao vendedor fotos da embalagem e conferir se os detalhes do acabamento e as informações estão de acordo com o que é oferecido pela fabricante 4. Desconfie do acabamento Os Airpods originais prometem alta qualidade de acabamento — Foto: Reprodução/Apple As réplicas dos AirPods e de outros produtos costumam ter um acabamento inferior em relação aos acessórios originais. Portanto, desconfie de dispositivos que apresentem imperfeições ou sejam muito leves e passem pouca segurança quanto ao material utilizado. Já em relação ao estojo de carregamento, vale checar se há alterações de cores e tamanhos, além de verificar a luz de LED da case, que no produto original é relativamente fraca. Além disso, a case oficial da Apple costuma trazer um número de série impresso na parte interna da tampa, o que pode facilitar a identificação. Outro detalhe é que réplicas não vão trazer a assinatura "Designed by Apple in California" na parte traseira do estojo. Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório Também é importante prestar atenção ao cabo Lightning que acompanha os modelos de AirPods. O acessório original vem com selo MFi e tem a assinatura da marca gravada a laser no comprimento do fio. Fique de olho se o produto possui imperfeições no conector ou se o material que reveste o fio é muito rígido. Por garantia, vale conectar o cabo a um iPhone ou Mac, por exemplo, para conferir se aparece alguma mensagem de erro. Se for o caso, é bastante possível que o modelo é falso. 5. Pareamento com iPhone ou Mac Parear os AirPods com dispositivos da Apple é bem simples. No iPhone, por exemplo, basta abrir a tampa do estojo de recarga próximo ao smartphone e apertar o botão de configuração na parte traseira da case para sincronizar. É comum que as réplicas apresentem problemas nesse processo, como falhas de conexão ou não acionar o pop-up que mostra informações de bateria dos earbuds e da case. Isso não quer dizer que dispositivos vendidos como se fossem os AirPods originais não venham a conectar de maneira tradicional, ou seja, via Bluetooth. Nesse caso, o usuário pode desconfiar do nome do dispositivo nas configurações de conexão sem fio ou até mesmo abrir os ajustes e conferir o número de série dos earbuds no site da Apple. Modelos paralelos podem apresentar falhas na hora de conectar e não mostrar status da bateria — Foto: Reprodução/TechTudo 6. Analise qualidade de som e recursos Apesar de não trazer muitas informações em relação às especificações do produto, a Apple promete boa qualidade de som nos AirPods, com bom equilíbrio entre diferentes frequências e até mesmo microfone sem chiados ao captar a voz do usuário. Em réplicas, essas características podem não aparecer, e não deve ser muito difícil perceber agudos muito mais altos, volumes muito limitados ou dificuldades de compreensão durante ligações. Além disso, vale conferir se a Siri pode mesmo ser ativada diretamente por voz, recurso disponível na segunda geração dos AirPods.

CAPASMANIA ACESSÓRIOS E CELULARES

CNPJ: 23.521.405/0001-70 - Rua. João Cachoeira, 899 - São Paulo - SP 04535-013

Tel: (11) 3168-1467 - sac@capasmania.com.br

  • Ícone cinza do Facebook
  • Ícone cinza do Twitter
  • Ícone cinza do Instagram
  • Ícone cinza do YouTube